Plantio de feijão deve render nova safra recorde

Programa da Prefeitura inclui visita técnica de pesquisador da Pesagro para orientar produtores

A Prefeitura de Rio das Ostras promoveu um Dia de Campo, no último dia 27, que incluiu uma visita técnica de um especialista da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro – Pesagro. O engenheiro agrônomo Benedito Fernandes percorreu propriedades e elogiou o Programa de Incentivo ao Plantio mantido pela administração municipal, que segundo ele, "vem se aprimorando a cada ano". Em 2005 foram colhidas 30 toneladas e, este ano, o resultado deve superar 150 toneladas.

O evento, que reuniu produtores de feijão de Rio das Ostras, faz parte do programa municipal de incentivo, apelidado pelos agricultores de "Feijão Maravilha", que, desde seu início, em 2005, vem rendendo safras recordes.

E este ano a colheita promete. Como explicou o secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, Ivan Noé, durante o encontro com os produtores, a evolução da iniciativa surpreendeu.

"A cada dia, novos produtores participam do programa. Em 2005, eram 30 e esse ano, já são 119, superando as expectativas", disse Ivan.

Em visita às propriedades, o especialista da Pesagro, com mais de 30 anos de experiência nessa área, elogiou a qualidade do cultivo. Segundo Fernandes, a colheita deve ser ainda maior do que a prevista pela Prefeitura.

Uma das propriedades visitadas foi a de Waldemir Alves Barcelos, o "Seu Demir", que participa do programa desde 2005. Atualmente, o produtor cultiva uma área mais de três vezes maior que naquela época.

"Com apoio dos técnicos da Prefeitura a gente vem evoluindo muito. Antes, a gente plantava, mas não tinha a expectativa boa que temos hoje", afirma o agricultor.

A produtividade em 2005 foi de 680 quilos por hectare. Em 2006, esse número subiu para 1074 e no ano seguinte, para 1,1 tonelada. Este ano, a safra deve chegar a 1,2 tonelada por hectare.

 Parceria de sucesso – O Projeto de Incentivo ao Plantio faz parte do Programa Renda no Campo, da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, e é uma parceria da Prefeitura com os agricultores. A administração municipal oferece todo apoio técnico e insumos e os produtores revertem parte do que foi investido em feijão, que será utilizado nas escolas e creches da cidade.–

FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.