Piloto catarinense é campeão brasileiro de motocross

Marronzinho termina em quinto, mas garante o título de 2008
As maiores feras do motocross nacional estiveram presentes no último final
de semana em Rio das Ostras, para a oitava e última etapa do Campeonato
Brasileiro de Motocross 2008. O título da categoria MX1 ficou com o piloto
catarinense João Paulino “Marronzinho”. No entanto, a vitória da etapa foi
de Leandro Silva, que acabou ficando em segundo lugar no geral. Para 2009, a
disputa do título promete ser bem mais acirrada.
 Este foi o tricampeonato de João Paulino (2005-2006-2008), que venceu
quatro das oito etapas e passou por algumas dificuldades, como a quebra na
sexta etapa (Sorriso), vendo seu maior adversário (Leandro Silva) abrir mais
de vinte pontos na classificação.
Leandro Silva teve que correr atrás do prejuízo. Largou em primeiro e
manteve um ritmo forte o tempo todo. A vitória veio, mas não foi suficiente
para o título. Lucas Moraes acompanhou Leandro durante toda a prova, mas
acabou chegando em segundo.
Na categoria MX3, Milton “Chumbinho” Becker conseguiu um feito heróico: o
14º título brasileiro. Chumbinho se igualou a Moronguinho como o maior
brasileiro da história, depois de fazer uma prova impecável, na frente do
início ao fim.
Na MX Jr., Thales Vilardi foi o grande campeão.Apesar de ter largado na
frente, ele teve por perto Gustavo Takahashi e Anderson Cidade, que o
fizeram fazer uma prova menos arriscada. Thales acabou chegando em quinto e
Anderson Cidade ficou com o vice campeonato, após vencer a etapa de Rio das
Ostras.
Uma das melhores brigas foi na CRF 230. Apenas quatro pontos separavam
Carlos Eduardo Mendes Franco e Marcos Roza. Franco acelerou muito e acabou
ficando com o título, mesmo sem participar das duas primeiras provas do
campeonato.
A categoria 50cc aconteceu pela primeira vez junto com o Campeonato
Brasileiro. Kioman de Jesus, Djalma Carvalho e Bruno Couto foram os melhores
na categoria C e na B, Enzo Lopes faturou, deixando Renato Costa com o vice.
Na A, Guilherme Rodrigues foi o vitorioso.
As categorias que já tinha campeões eram MX2, 85cc e 65cc. Mesmo com as
definições, a disputa foi acirrada. Rodrigo Selhorst venceu a prova da
categoria MX2, confirmando seu favoritismo. O segundo colocado da prova foi
Massoud Nassar.
Na categoria 85cc, Rodrigo Lama, que já havia faturado o título, ficou em
segundo, atrás de Cezar Zamboni, que fez uma excelente prova.
Kaio Miranda foi o campeão das 65cc e em Rio das Ostras, chegou em quinto
lugar. A vitória da etapa ficou com Rodrigo Riffel, quinto no geral. A
vitória de Rodrigo foi a primeira dele na temporada.
A etapa de Rio das Ostras foi transimitida ao vivo pelo site da Confederação
Brasileira de Motociclismo (www.cbm.esp.br) e teve mais de doze mil pessoas
acompanhando as provas em tempo real. Foi a primeira vez que uma etapa do
Brasileiro de Motocross foi transmitida na íntegra pela internet.

Classificação

MX1
1º – João Paulino “Marronzinho”
2º – Leandro Silva
3º – Roosevelt Assunção
MX2
1º – Rodrigo Selhorst
2º – Marcello “Ratinho” Lima
3º – Swian Zanoni
MX Jr
1º – Thales Vilardi
2º – Anderson Cidade
3º – Héctor Assunção
MX3
1º – Milton Becker
2º – Nico Rocha
3º – Willian Guimarães
85cc
1º – Rodrigo “Lama”
2º – Cezar Zamboni
3º – Everaldo Rodrigues
65cc
1º – Kaio Miranda
2º – João Pedro Pinho
3º – Thiago Formehl
CRF 230
1º – Carlos Eduardo Mendes Franco
2º – Marcos Roberto Roza
3º – Person Pauletto

FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.