Paratletas de Rio das Ostras se encontrarão com gigantes da NBA

Chicago Bulls e Washington Wizards jogam no Brasil pela pré-temporada

Pela primeira vez, equipes da mais importante liga de basquete do Mundo, a NBA se enfrentarão no Brasil. E a Prefeitura de Rio das Ostras colocará os paratletas do Município frente a frente com os astros da Liga norte-americana. A “NBA Cares” selecionou o Projeto de Paraesporte do Município, lançado este ano, para indicar dez jovens, que passarão um dia com os gigantes do basquete. Atletas selecionados da Apae de Rio das Ostras terão a oportunidade de almoçar, participar de clínicas de basquete e do “Dia do Fã”, ação promocional da NBA.

“É uma oportunidade única para nossas crianças, que conhecerão o melhor do basquete mundial. Nosso objetivo é oferecer qualidade de vida para toda a população. Eventos como esse alimentam esperanças e estimulam os sonhos de todos os participantes”, comemora o subsecretário Raphael Thuin, responsável por incluir o Município no evento.

Chicago Bulls, do astro Derrick Rose, e Washington Wizards, equipe do brasileiro Nenê, se enfrentam neste sábado, 12, na HSBC Arena, no Rio de Janeiro, pelo período de pré-temporada. O NBA Global Games tem como estratégia difundir o esporte e a marca americana pelo Mundo e acontece em diversos países, como Brasil, China, Espanha e Turquia.

PARAESPORTE – O projeto de Paraesporte busca promover a inclusão de pessoas com deficiência física ou intelectual por intermédio do esporte. Na primeira fase, está sendo realizado o cadastramento de pessoas com deficiência interessadas em participar das atividades oferecidas pela Secretaria de Esporte e Lazer. Cerca de 200 pessoas foram cadastradas até o momento. O processo está sendo realizada em todas as localidades do Município, com equipes percorrendo as residências.

NBA CARES – O projeto ‘NBA Cares’ (NBA se importa) reúne liga, equipes e atletas em torno de projetos de inclusão social pelo esporte. A meta é contribuir com cerca de 100 milhões de dólares e mais de um milhão de horas de trabalho comunitário ao redor do Mundo. Outro objetivo do projeto é construir mais de 100 unidades esportivas nos próximos cinco anos onde crianças possam aprender e jogar basquete.

FONTE:
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.