Orçamento Participativo Jovem

Orçamento Participativo Jovem de Rio das Ostras terá muitas novidades em 2009
Abertura dos trabalhos será dia 12 e professores terão uma participação fundamental na dinâmica a ser aplicada esse ano

A Secretaria de Planejamento marcou para o próximo dia 12 de março a abertura dos trabalhos do Orçamento Participativo Jovem – OP Jovem – no ano de 2009. O evento será na Câmara Municipal, a partir das 18h, e a grande novidade deste ano será a participação efetiva dos professores e profissionais da educação.

De acordo com a secretária de Planejamento, Rosemarie Teixeira, a metodologia a ser aplicada visa garantir uma participação integrada de toda a escola. “Tanto os profissionais de educação como os professores farão um trabalho em conjunto para elaboração de um documento que contenha um plano de aula ou um projeto para os alunos com temas voltados para o orçamento público e a educação fiscal”, declarou.

Outra novidade para esse ano é com relação a um prêmio que será dado para a escola que tiver a maior participação proporcional dos alunos. Todas as instituições de ensino estão sendo convidadas, por meio da assessoria jovem da Secretaria de Planejamento e dos conselheiros do próprio OP Jovem. “Temos no município escolas com grande número de alunos e outras nem tanto. Dessa forma, achamos justo que o prêmio, que será material de lazer e entretenimento para os alunos, seja dado aquelas instituições que tiverem proporcionalmente, é claro, a maior participação”, explicou Rosemarie.

Será criado um concurso de desenho para os alunos do 1º ao 5º ano para escolher o mascote do OP Jovem. Para os estudantes do 6º ao 9º ano e do ensino médio haverá uma premiação por participação nos trabalhos apresentados e desenvolvidos. “Essa é uma forma de inserirmos todos, desde cedo, nas questões ligadas a cidadania”, completou Rosemarie lembrando que esse ano será criado um calendário para os sábados letivos com atividades culturais e de lazer.

Orçamento Participativo Jovem – É a forma encontrada pela administração pública de ouvir os jovens e adolescentes na construção de políticas públicas. O objetivo é trabalhar as demandas que foram solicitadas, além de dar continuidade as opiniões dos jovens.

FONTE: SECOM – PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.