Oficina de Culinária em Rio das Ostras ensina receitas saudáveis a hipertensos

Atividade faz parte da programação pelo Dia Nacional de Combate à Hipertensão

É possível reduzir bastante o sal da comida sem que ela perca o sabor? Nutricionistas da Secretaria de Saúde de Rio das Ostras mostraram que sim, em uma oficina de culinária saudável promovida nesta sexta-feira, 25. A Oficina abriu a programação do Município pelo Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial, em 26 de abril. As atividades continuam no dia 1º de maio, durante o evento de comemoração ao Dia do Trabalho.

Pacientes do Programa Municipal de Controle da Hipertensão e Diabetes – HiperDia participaram de uma oficina prática de ervas e especiarias. Eles aprenderam a fazer o sal de ervas, misturando o sal a temperos como manjericão, alecrim, salsa, coentro, entre outros. “O objetivo é mostrar que é possível reduzir o sódio da alimentação sem prejudicar o sabor dos alimentos”, explica Dina Reis, coordenadora da Área Técnica de Alimentação e Nutrição da Secretaria de Saúde.
Tendo como base as especiarias, os alunos prepararam um peixe com crostas de ervas. Também aprenderam a fazer caldo de legumes caseiro, mil folhas de legumes e requeijão de ricota caseiro.
“Está provado e aprovado. Ficou tudo ótimo e muito saudável”, disse Maria Beatriz Duarte, a “Tia Bia”, que tem 78 anos e há mais de 50 convive com o tratamento para a hipertensão. “Minha alimentação tem que ser bem regrada e com muito pouco sal”, explica.
Os integrantes do Programa também tiveram aulas teóricas sobre a hipertensão, sua prevenção e controle, e alimentação saudável. Ao final, eles receberam mudas de temperos, uma amostra do sal de ervas e certificados de participação no curso.

PROGRAMAÇÃO – No dia 1º de maio, as equipes de Secretaria de Saúde também vão participar do evento promovido em homenagem ao Dia do Trabalho, em frente à entrada de Costazul, a partir de 15h. Os trabalhadores vão receber orientações sobre como prevenir, controlar e os fatores de risco associados à hipertensão arterial.

FONTE:
Departamento de Jornalismo
Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.