Fiscalização interdita supermercado em Rio das Ostras

Cerca de três toneladas de alimentos impróprios ao consumo foram apreendidos e serão descartados no aterro sanitário do município

A Coordenadoria Geral de Fiscalização da Prefeitura de Rio das Ostras, em parceria com a Vigilância Sanitária e o PROCON, realizou, na manhã desta quinta-feira, dia 3, uma inspeção em um dos principais supermercados da cidade. As irregularidades identificadas, como produtos vencidos e impróprios para consumo, levaram à apreensão de três toneladas de alimentos. Tanto o depósito, quanto o supermercado foram interditados. A Polícia Civil chegou a prender três gerentes do estabelecimento. A ação dá sequencia ao trabalho contínuo de fiscalização municipal, para preservar a saúde e o direito dos consumidores.

Também foi verificado armazenamento indevido de mercadorias, como produtos sem a refrigeração adequada. Entre os alimentos apreendidos estão carne, leite e arroz, que serão descartados no aterro sanitário do município.

Após as constatações, a equipe de fiscalização interditou o local e seguiu para o Supermercado localizado na área central de Rio das Ostras onde também foram encontradas anormalidades ocasionando a interdição do comércio e a prisão de três gerentes comerciais.

De acordo com o subsecretário de Posturas e chefe da Coordenadoria, José Jorge Carvalho, a ação realizada hoje, faz parte de uma série de fiscalizações que o Município vem realizando, com o objetivo de verificar a validade dos produtos e condições de higiene dos estabelecimentos.

FISCALIZAÇÃO – “O objetivo principal da fiscalização não é punir, mas orientar fornecedores e consumidores quanto ao cumprimento do Código de Defesa do Consumidor. Neste caso, a punição foi necessária pela gravidade das irregularidades encontradas”, disse, reforçando que o trabalho da fiscalização é permanente e vai se estender a outros estabelecimentos comerciais.

FONTE:
Departamento de Jornalismo
Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.