Estado relaciona aumento do PIB em Rio das Ostras a investimentos da Prefeitura

Estudo do Ceperj destaca as obras de saneamento básico, pavimentação e a geração de empregos

Rio das Ostras foi um dos cinco municípios do Estado do Rio de Janeiro com maior aumento do Produto Interno Bruto – PIB, de acordo com estudos da Fundação Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro – Ceperj/CEEP. A instituição divulgou no final de 2010, os números do PIB relativos a 2007-2008. O levantamento relaciona esse desenvolvimento aos investimentos da Prefeitura em obras de infraestrutura, como distribuição de água, tratamento e coleta de esgoto e pavimentação de ruas. De acordo com o Ceperj, o aumento do PIB também está relacionado ao crescimento da taxa de emprego no município, que foi de 17% no período.

“A análise de um instituto reconhecido como o Ceperj, assim como já havia atestado o IBGE, comprova que estamos no caminho certo. Priorizamos os investimentos em saneamento básico, saúde, educação e qualificação profissional, mesmo diante da constante perda de receita de royalties”, disse o prefeito Carlos Augusto.

O estudo do Ceperj destacou a Parceria Público-Privada (PPP) realizada pela Administração Municipal para pavimentação de ruas e construção de rede de coleta e ampliação da estação de tratamento de esgoto.

EMPREGO – A secretária de Bem-Estar Social, Márcia Almeida, credita o crescimento do emprego ao trabalho desenvolvido pelo Poder Público em diferentes setores.

“O crescimento do município se deve a política de investimentos da atual administração em infraestrutura, na Zona Especial de Negócios e nos programas de distribuição de renda. Desta forma, os empresários têm acreditado no desenvolvimento ordenado do município e se estabelecido cada vez mais na cidade. Graças a estes fatores, Rio das Ostras cresce como um todo”, atestou Márcia Almeida.

De 2005 a 2010, o Banco de Empregos da Prefeitura, ligado à Secretaria de Bem-Estar Social, encaminhou para entrevistas de trabalho cerca de 11 mil pessoas. Deste total, aproximadamente 60% conseguiram uma colocação e estão empregados. O grande número de empresas parceiras cadastradas no Banco possibilita que a taxa de emprego tenda a crescer continuamente.

Robson Teixeira é um dos muitos jovens que conseguiram emprego com carteira assinada por meio dos projetos e programas da Prefeitura. Além de ter passado pelo Programa Jovem Cidadão, ele conseguiu ingressar no mercado de trabalho depois do cadastro no Banco de Empregos. “No Jovem Cidadão fui orientado e ganhei uma perspectiva de vida muito grande. Depois me inscrevi no Banco de Empregos, fiz uma entrevista e estou trabalhando com um a boa colocação no mercado. O aprendizado que tive está me ajudando muito no trabalho”, declarou.

Para a secretária de Planejamento, Rosemarie Teixeira, estes índices refletem as ações planejadas de políticas públicas da cidade. “Tenho certeza de que teremos avanços em todas as áreas, sempre acompanhamento o crescimento populacional já comprovado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.”, declarou.

NÚMEROS – A Fundação coloca ainda Rio das Ostras entre os cinco melhores do Estado em outros dois itens: Indústria e Renda per Capita. A participação riostrense no ranking industrial fica na quarta colocação entre os 92 municípios, com um percentual de 5,9%.  O crescimento, com relação ao ano de 2007, foi de 0,6% e a principal atividade foi relativa ao petróleo, representando 97,8% do valor absoluto do setor. Com relação à Renda per capita, Rio das Ostras registra um valor de R$ 68.857,61, graças também ao setor de petróleo. Entre os melhores colocados estão Porto Real, Quissamã, São João da Barra e Campos dos Goytacazes.

FONTE:
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.