Educação é prioridade em Rio das Ostras

Excelentes resultados dos alunos em campeonatos nacionais são resultado dos investimentos na Rede Municipal de Ensino

Um grande número de investimentos na Educação de Rio das Ostras vem garantindo o sucesso de muitos alunos, como Alef Marques, vice-campeão do Soletrando, e Marcello Silva de Paula, medalhista de ouro na I Olímpiada de Matemática das Escolas Públicas. Unidades de ensino com ótima infra-estrutura, merenda de qualidade, uniformes e materiais escolares gratuitos são alguns dos benefícios oferecidos pela Prefeitura.
Um projeto pedagógico bem elaborado e a qualificação continuada dos professores asseguram um ensino público eficiente e já reconhecido como referência no Estado do Rio de Janeiro.
Todos esses investimentos garantiram que Rio das Ostras ficasse acima da média nacional no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Para chegar a média, o Ministério da Educação analisa o desempenho dos alunos nas escolas, na Prova Brasil e no Sistema Nacional de Avaliação Básica, combinando essas informações com dados de repetência e evasão. "O desafio de Rio das Ostras é chegar a índices cada vez melhores e para isso estamos inciando o Sistema de Avaliação Sistêmica e de Valorização Profissional", conta a secretária de Educação, Maria Lina Paixão.
– Rio das Ostras, como sempre, se antecede as inovações em educação. Já em outubro de 2006, o prefeito Carlos Augusto, acompanhado por uma equipe das secretarias de Educação e Bem-Estar Social, visitou Uberaba, em Minas Gerais, para conhecer este sistema. Já implantamos o projeto na cidade e a primeira avaliação no nosso município acontecerá ainda no primeiro semestre – completa Maria Lina.
De acordo com o Programa de Desenvolvimento da Educação (PDE), lançado em abril deste ano pelo presidente Lula, a média das escolas públicas de todo o País deve chegar ao índice mínimo de 6, o mesmo dos países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, até 2022. Rio das Ostras não terá dificuldades em atingir a meta e o desafio dos educadores da cidade é chegar ao índice estabelecido pelo MEC antes do prazo estipulado.
– Uma das iniciativas da Rede Municipal de Ensino será montar dois laboratórios do Grupo Positivo, como projeto-piloto. Os laboratórios terão mesas de alfabetização e my kid, para aceleração da aprendizagem e correção de fluxo – explica Maria Lina.
 A Casa da Educação, setor pedagógico da Secretaria de Educação, também vem desenvolvendo várias iniciativas para qualificar os professores. Em 2007, a Casa passou a promover o estudo das Diretrizes Curriculares Nacionais e dos Parâmetros Curriculares Nacionais.
 – Fazemos visitas técnicas-pedagógicas nas unidades escolares, oferecemos diversos cursos de formação continuada, contamos com plantões pedagógicos e realizamos testes diagnósticos bimestralmente – afirma a coordenadora pedagógica da Casa da Educação, Márcia Alves.

FONTE: SECOM – PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.