DEPA recolhe bicho preguiça

  O animal, ameaçado de extinção, recebeu cuidados veterinários e foi solto na mata

 

O Departamento de Proteção Ambiental (Depa) da Secretaria de Guarda e Trânsito de Rio das Ostras recolheu na última terça-feira, dia 23, um bicho preguiça na RJ-162, próximo a Extensão Serramar. O animal, da espécie "coleira", uma das ameaçadas de extinção, após receber cuidados veterinários no Parque dos Pássaros foi solto na mata.

Essa é a segunda preguiça encontrada no município este ano. De acordo com o sub-tenente Rangel, chefe do Depa, já passa de 70 o número de animais silvestres recolhidos pelo departamento nos últimos 12 meses. Jibóias são as mais comuns, mas já foram encontrados também gambá, tamanduá, capivaras, ouriços-caxeiro e jacarés. "Isso acontece em localidades próximas à vegetação de restinga, como é o caso de Ouro Verde, Mariléa, Costazul, Cidade Praiana, entre outros", explicou.

Rangel alerta a população para sempre entrar em contato com o departamento caso encontre animais da fauna nativa para que o Depa recolha, trate e leve o bicho ao seu habitat natural. Os animais, geralmente, aparecem no turno da noite.

A recomendação do Depa é que os moradores não alimentem esses bichos e nem tentem domesticá-los.  Matar, vender ou criar esses animais sem licença pode acarretar prisão e multa por crime ambiental.


FONTE: Secretaria de Comunicação Social

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.