Carlos Augusto participa de definição de ação emergencial de Saúde junto ao Estado

Plano vai atender às necessidades da região no período de Carnaval

A equipe da Secretaria Estadual de Saúde recebeu na última sexta-feira, 5, o prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto, além de outros prefeitos e autoridades da Baixada Litorânea. Como resultado, foi criado um plano especial de saúde durante o Carnaval, em parceria com o Governo do Estado. O objetivo é suprir a necessidade de atendimentos de urgência e emergência nessa época em que a população na região chega a triplicar.

Durante esse período, o Estado ampliará o número de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital Estadual de Araruama, além de dar suporte para o transporte de pacientes, reforçando o quantitativo de ambulâncias do Grupamento de Socorro de Emergência e disponibilizando helicópteros de resgate e uma ambulancha, que atenderá a toda a região.

“Essa ação vai contribuir muito para que possamos manter os atendimentos na saúde da Baixada Litorânea durante o Carnaval. Esse é um período em que os municípios da região chegam a uma ocupação de 100% das redes hoteleiras, o que, consequentemente, gera uma demanda maior na área da saúde”, justificou Carlos Augusto.

Participaram do encontro, além do prefeito de Rio das Ostras, os prefeitos de Saquarema, Araruama, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo, Casimiro de Abreu, Cabo Frio e Búzios que, juntos, compõem o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Litorânea (Cisbali). Eles foram recebidos pela subsecretária de Atenção à Saúde, Hellen Miyamoto.

“Juntos podemos fortalecer o nosso programa de saúde e melhorar a qualidade de vida na região, o que também  vai favorecer o nosso turismo”, disse Carlos Augusto, destacando a atenção da equipe da Secretaria de Saúde às necessidades apresentadas pelas cidades da Baixada Litorânea. 

A discussão sobre a ampliação da autonomia da região vem ao encontro do trabalho desenvolvido pela Secretaria Estadual de Saúde, por meio dos programas de Regionalização e de Apoio aos Hospitais do Interior (PAHI).

 

FONTE: SECOM – PMRO.

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.