Bailarinas riostrenses selecionadas para Escola do Teatro Municipal do Rio

Aprovação comprova qualidade técnica da Escola Helba Nogueira

 

 

As irmãs Clara Lis e Yasmin Coelho de Andrade – alunas da primeira turma da Escola Municipal de Dança Helba Nogueira de Rio das Ostras – foram aprovadas para uma das mais importantes escolas de balé.

Selecionadas para a tradicional Escola Estadual de Dança Maria Olenewa, a mais antiga do País, com 80 anos, e ligada ao Teatro Municipal do Rio de Janeiro, as bailarinas comprovam a qualidade técnica da escola riostrense, que faz parte do Centro de Formação Artística de Música, Dança e Teatro, unidade da Fundação Rio das Ostras de Cultura.

– A Helba Nogueira tem um nível muito bom e percebemos isso ao fazer a prova – afirma Yasmin, de 15 anos, única aprovada no teste em uma sala com 20 bailarinos.

Além da formação realizada na Helba Nogueira, as duas irmãs integravam a Baía Formosa, companhia oficial de dança de Rio das Ostras. Clara Lis, de 17 anos, que atuava como primeira bailarina, também faz elogios à escola municipal.

– São apenas sete anos de escola e a primeira turma do curso técnico será formada somente daqui a quatro anos, enquanto a Maria Olenewa tem 80 anos de tradição. Não tenho dúvidas de que a Helba Nogueira vai ser uma grande escola, conhecida em todo o Brasil – diz Clara Lis.

Orgulho – A vitória das duas estudantes foi motivo de orgulho para a equipe do Centro de Formação Artística de Música, Dança e Teatro. A escola de dança, que pertence ao Centro, foi estruturada nos moldes da escola estadual. Uma equipe da Maria Olenewa passou um ano em Rio das Ostras na época da fundação da Helba Nogueira.

– Acreditamos que a vitória das alunas é fruto do talento pessoal, mas também do trabalho de toda a equipe da escola Helba Nogueira – afirma o diretor do Centro de Formação, padre João Machado Evangelho.

Segundo o diretor, a jovem Yasmin cursou o 2º ano médio no Helba Nogueira e passou para o 3º médio na escola estadual. A Clara Lis, por sua vez, que também havia concluído o 2º médio, foi aprovada para o 1º ano técnico, um nível acima do que estava.

– Estamos estruturados para formar excelentes bailarinos e professores de dança. A escola tem um ótimo nível técnico e, como as duas eram alunas disciplinadas e aplicadíssimas, a aprovação já era esperada – ressalta o professor Hotton Luz, formado na Maria Olenewa, que acompanha Yasmin e Clara Lis há sete anos.

 

FONTE: SECOM – PMRO. 

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.