Abertura da Conferência de Cultura de Rio das Ostras lota Teatro Popular

Realizada pela primeira vez em Rio das Ostras, a Conferência Municipal de Cultura foi aberta nesta-quinta-feira, dia 8, à noite, no Teatro Popular, reunindo cerca de 300 pessoas.

Promovido pela Fundação Rio das Ostras de Cultura, é uma etapa preparatória para as Conferências Estadual e Nacional de Cultura, que acontecem ainda este ano e vão debater perspectivas e estratégias de políticas culturais. O prefeito Sabino esteve presente à solenidade, que contou com a participação do presidente da Fundação, Cosme dos Santos, do presidente da Câmara Municipal, Alzenir Pereira Mello, entre outras autoridades, representantes governamentais, sociedade civil e artistas.
Sabino relembrou a trajetória cultural da cidade, que começou quando Rio das Ostras ainda era distrito de Casimiro de Abreu. “Realizávamos a Primavera Cultural, com grande apoio do ator Joel Barcellos, buscávamos rolos de filmes na antiga Embrafilme e, quando o município se emancipou, já tinha uma atividade cultural expressiva”, lembrou. O prefeito recordou que os moradores prestigiam e apreciam os eventos artísticos e, como exemplo disso, citou a apresentação da primeira bailarina do Theatro Muncipal do Rio, Ana Botafogo, na Praça São Pedro, no quinto aniversário de Rio das Ostras. “Todos fizeram um grande silêncio e em seguida veio um aplauso tão forte que me estimula até hoje”, contou.
Apresentações artísticas, entre essas as do Grupo de Câmara do Centro de Formação Artística e do coral Aquarela Musical, de Rocha Leão, abriram a solenidade. Os eixos temáticos da conferência foram explicados em seguida por Marcelo Murta Velloso, representante regional do Ministério da Cultura no Rio de Janeiro e Espírito Santo. A Conferência Municipal tem como tema “Uma Política de Estado para a Cultura: Desafios do Sistema Municipal de Cultura”. O presidente da Fundação de Cultura, Cosme dos Santos, lembrou dos desafios enfrentados por quem promove a arte.
“Estamos fazendo história em Rio das Ostras, realizando a primeira conferência de Cultura da cidade. Como ator, que trabalha nesse ofício desde os 5 anos, sei como é difícil viver da arte em nosso País. Mas temos a sorte de ter um prefeito que apoia e incentiva a cultura e juntos poderemos realizar ainda muito pelo município”, afirmou Cosme dos Santos.

GRUPOS DE TRABALHO – A programação desta sexta-feira, dia 9, prossegue no Teatro Popular com palestra de Denise Acquarone, representante da Dança no Conselho Municipal de Cultura do Rio de Janeiro. Em seguida, os participantes se dividem em grupos que se reúnem no Centro de Literatura e Dramaturgia Hugo Paulo de Oliveira, complexo que compreende o Teatro Popular e Biblioteca Municipal, para debater um dos eixos temáticos do encontro, a saber: Implementação do Sistema Municipal de Cultura; Produção Simbólica e Diversidade Cultural; Cidadania e Direitos Culturais; Cultura e Desenvolvimento. No início da noite haverá a plenária geral com as propostas dos grupos. A sessão de encerramento está marcada às 19h.
O endereço do Centro de Literatura e Dramaturgia Hugo Paulo de Oliveira é Av. Amazonas, s/nº, Centro, Rio das Ostras.

FONTE:
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Ronet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.