Rio das Ostras . Net



twiiter RSS FEED 2.0 facebook
303x130 painelMobile costazul area

Em busca de qualidade de vida, pessoas migram para o interior do Estado para morar com mais segurança

 

Tranquilidade do campo e proximidade ao mar são os requisitos mais buscados

Deixar a cidade para viver no campo. Este é um movimento migratório que tem se intensificado por causa dos problemas das grandes cidades, tais como a violência e o trânsito, especialmente quando pensamos em grandes metrópoles, como a capital do Rio de Janeiro, por exemplo. Com o crescimento econômico dos municípios do interior, isso é notório, até por conta da oferta de qualidade de vida e segurança. Aliados a isso, milhares de pessoas têm adquirido imóveis e terras em cidades que têm, além das características já citadas, atrativos naturais como a serra e o mar.

 

Casimiro de Abreu e Rio das Ostras, distantes 130 e 160 km da capital carioca, são dois exemplos dessa migração. De acordo com o último censo do IBGE, as cidades são, respectivamente, a terceira que mais cresceu no Estado e a primeira que mais cresceu no País. Apesar da recessão econômica que assola os municípios desde a queda dos royalties do petróleo, a segurança e a qualidade de vida, a menores custos, continuam sendo primordiais para a busca e manutenção de moradias nessas cidades.

 

Empresários do setor se adaptaram à nova realidade financeira e têm continuado movimentando seus negócios imobiliários, oferecendo vantagens assertivas àqueles que querem deixar a correria dos grandes centros. É o caso de Paulo Machado, um dos empreendedores do Portal do Vale, loteamento com características de campo, localizado às margens de umas das mais importantes rodovias do Rio de Janeiro, a RJ 162, conhecida como “Serramar”, justamente por ligar a serra de Casimiro de Abreu ao mar de Rio das Ostras.

 

“Tivemos que rever nosso planejamento de vendas para nos adaptarmos à nova realidade econômica do Estado. Desburocratizamos o financiamento e estamos fazendo diretamente com o cliente, dividindo em até 180 parcelas, sem aprovação de crédito”, conta o empresário.

 

Os lotes no Portal do Vale variam de 360 a dois mil metros quadrados. O local tem ainda o diferencial de estar 100% legalizado, com todas as licenças ambientais necessárias e RGI individual. Seus terrenos amplos possibilitam ao proprietário o cultivo de hortas e pomares em uma área com total infraestrutura, com todas as ruas com manilhas de escoamento de redes pluviais, iluminação, rede de água encanada e tratamento de esgoto individual com fossa, filtro e sumidouro.

 

Pedro Ivo Duarte, outro empreendedor do Portal do Vale, explica que mais uma das vantagens é que, diferentemente da maioria dos loteamentos da região, o dele possui toda a documentação legalizada, em um espaço com segurança, tranquilidade e estrategicamente localizado. Ele também destaca o compromisso do negócio com o meio ambiente. O loteamento preserva uma Área de Proteção Permanente de 20 mil metros quadrados e possui um lago de peixes para pesca esportiva.

 

“O Portal do Vale tem a vantagem de ser uma área de campo, mas que está a um quilômetro do centro comercial de Rio Dourado, distrito de Casimiro de Abreu, e a 10 minutos de uma das principais rodovias do país, a BR-101”, complementou Duarte.

 

Para Fábio Freitas, que morava na Capital, mas que nos últimos meses buscava um local para construir “um refúgio para a família”, foram todas essas vantagens que o fizeram adquirir um dos lotes no empreendimento. “A localização do terreno, a interação com a natureza, o acesso fácil, mas em uma área reservada, tudo isso foi importante para a nossa escolha”, argumentou Fábio, que é casado com a Danielly e pai de duas meninas, uma de 10 anos e outra de 15.

 

Mais informações pelo telefone 22 (98827-5657), pelo site www.portaldovaleloteamento.com.br ou pelo Instagram ou Facebook @portaldovaleloteamento.

 

FONTE: Bruno Pirozi - Jornalista.

Imprimir Email

Anúncios

Anúncios