Rio das Ostras . Net



twiiter RSS FEED 2.0 facebook
303x130 painelMobile costazul area

Rio das Ostras oferece formação continuada para Educação Inclusiva

Curso sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA) reuniu professores, auxiliares e pais de alunos

Toda a comunidade escolar tem seu papel a cumprir na inclusão dos alunos com deficiência. Para atender a esse desafio, a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer de Rio das Ostras oferece cursos de formação continuada para os profissionais, sendo alguns deles abertos à participação dos pais e responsáveis dos estudantes.

 

 

 

“Estamos revendo a legislação e orientando os profissionais que atuam na Educação Inclusiva, além de oferecer novos cursos de formação. Nossa equipe vem preparando uma série de ações pedagógicas de atendimento individualizado ao estudante, ampliando o que já é feito nas salas de recursos”, afirma o secretário de Educação, Esporte e Lazer, Mauricio Santana.

 

 

 

O curso “Autismo e Inclusão Escolar”, concluído no dia 4 de setembro, é uma das iniciativas dessa área voltadas para a comunidade de ensino. Participaram da turma 19 pessoas, entre professores, profissionais de apoio e pais de alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

 

 

 

Promovido pela Coordenadoria de Avaliação, Acompanhamento Pedagógico e Formação – Casa da Educação, o curso teve 40 horas de duração e reuniu teoria e prática. As aulas foram ministradas por Gisele Costa e Thatyana Machado, especialistas em Educação Inclusiva, e superaram a expectativa dos participantes.

 

 

 

“Os autistas têm baixa resistência a atividades que exigem concentração. Ao aprender sobre isso, entendi melhor porque meu filho não consegue ficar muito tempo em sala de aula e precisa ter atividades externas”, contou a cursista Samantha Fonseca, mãe de Ícaro, de 6 anos, que estuda na Escola Municipal Ondina Pinto Marcondes.

 

 

 

Também foi a vontade de apoiar o filho Miguel, de 6 anos, aluno da Escola Municipal Elson Pinheiro, que levou Ana Luiza Ferreira de Souza a fazer o curso. “Os conhecimentos adquiridos aqui me ajudaram a organizar a rotina de Miguel, algo muito importante para um autista. Adquiri tanto interesse pelo assunto que quero me especializar em Educação Inclusiva”, diz a estudante de Pedagogia.

 

 

 

Professora dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Maria das Graças Guimarães disse que, depois de lecionar para um autista, decidiu buscar mais informações. “Todos os educadores deveriam fazer esse curso, que foi enriquecedor. Aprendi muito e quero continuar me aperfeiçoando na área da inclusão”, explicou Maria das Graças.

 

 

 

Para dar oportunidade aos profissionais de se aprofundar ainda mais no tema, a Casa da Educação está começando agora em setembro o curso “Contribuições para o Processo de Inclusão do Aluno com Transtorno do Espectro Autista (TEA)”.

 

 

 

EDUCADORAS QUALIFICADAS – A Casa de Educação escolheu uma equipe qualificada para atuar na formação continuada. Os cursos sobre autismo são ministrados pelas pedagogas Thatyana Machado, doutoranda em Educação (Uerj), com ênfase em formação de professores, e mestre em Educação (Uerj); e Gisele Costa, especialista em Educação Inclusiva (UGF) e pós-graduada em Atividades Físicas Inclusivas e Esportes Adaptados (UFJF).

 

 

Professora da Escola Municipal Francisco de Assis Medeiros Rangel, Gisele Costa levou a experiência desenvolvida nessa unidade de ensino para a Conferência Anual de Transtorno do Espectro Autista 2018. O seu trabalho “A Importância das Atividades Psicomotoras no Processo de Inclusão” foi premiado por sua excelência e destaque com Certificado de Menção Honrosa no evento promovido pela UFRJ.

 

FONTE: ASCOM - PMRO.

Imprimir Email