Rio das Ostras . Net



twiiter RSS FEED 2.0 facebook
303x130 painelMobile costazul area

Rio das Ostras debate caminhos em direção a uma Cidade Inteligente e Humana

Encontro da Cidade com a Ciência reuniu especialistas, gestores e comunidade nos dias 10 e 11

Rio das Ostras está entre os 31 municípios do mundo e, entre os 10 no País, a integrar o projeto Internacional Cidade Inteligente e Humana.

Discutir propostas que efetivem a cidade nesse caminho foi o objetivo do III Encontro da Cidade com a Ciência, no último fim de semana, promovido pela Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação. A programação contou com conferências, palestras e grupos de trabalho, envolvendo gestores, especialistas e comunidade, que apontaram caminhos para o desenvolvimento de uma cidade com economia inteligente, qualidade de vida e sustentabilidade.

O Encontro teve início com uma cerimônia no Teatro Popular, na sexta, dia 10, com a presença do prefeito Alcebíades Sabino e da secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Eronei Leite, além de outros secretários de governo.

Sabino destacou a importância da iniciativa. “Rio das Ostras tem apenas 24 anos e já realiza o III Encontro da Cidade com a Ciência. Todos estão convidados a participar das discussões e desmitificar o universo da Ciência. As transformações devem começar pelos municípios”, ressaltou.

“O encontro aprofunda o diálogo entre Administração Municipal, Universidade e comunidade. Queremos atingir todos os setores de nossa governança. Precisamos pensar o que é uma cidade inteligente e humana para todos”, completou a Eronei Leite.

Na ocasião, o público assistiu à conferência: “A Cidade Inteligente e Humana na Rede Brasileira de Cidades Inteligentes”, com André Gomyde, presidente da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas; Cláudio Nascimento, Conselheiro do Porto Digital (Recife/PE); e Alexandre Lyra, Gerente de Negócios da Módulo Security.


O Conselheiro do Porto Digital abordou a experiência do maior parque tecnológico do Brasil. “Atualmente temos 97 contratos e convênios, com a presença de importantes empresas de tecnologia, como a IBM. A ideia de criar o Porto Digital teve início há 15 anos. Galpões antigos de açúcar foram revitalizados, e com a ajuda de incentivos fiscais, atraímos inúmeros empresários para nossa cidade”, ressaltou.


PALESTRAS E GRUPOS DE TRABALHO - No sábado, dia 11, na UFF Rio das Ostras, os especialistas apresentaram as palestras:  “Rio das Ostras nos Caminhos para a Cidade Inteligente e Humana”, proferida pela profa. Dra. Flavia Bernardini, do Departamento de Ciência e Tecnologia (C&T) da UFF; “Estudos para Infraestrutura de Tecnologia, Informação e Comunicação para Cidades Inteligentes e Humanas, apresentada por Vinícius Marini, subsecretário municipal de Tecnologia da Informação de Rio das Ostras e depoimentos sobre experiências do trabalho em conjunto e incubadora de ideias, da Assespro Núcleo Norte Fluminense.

De acordo com a Dra. Flavia Bernardini, a participação da população é fundamental para a construção de cidades mais humanas. “Claro que precisamos intensificar o diálogo dos gestores com a Universidade, mas os moradores precisam ser ouvidos. Nas cidades inteligentes os recursos tecnológicos empregados se traduzem em melhores serviços para toda a sociedade”, defendeu a especialista.

PROPOSTAS – Os participantes se reuniram em quatro grupos de trabalho: “Contribuições para tornar a economia inteligente visando a Rio das Ostras do futuro”; “Para uma cidade inteligente em primeiro lugar estão a vida, a pessoa e a governança inteligente”; “Estratégias para o Ambiente Inteligente e Sustentabilidade do Ecossistema” e “Rio das Ostras e Mobilidade Inteligente”.

Como resultado dos debates, foram apresentadas algumas propostas para o Projeto Cidade Inteligente e Humana em Rio das Ostras. Entre elas estão o incentivo à implantação de práticas que levem a mudanças de consciência, criação de canais de comunicação eficientes para interagir com os cidadãos, implantação do Conselho Municipal de Cidade Inteligente e Humana, foco na transparência e governança, prioridade às áreas de Cultura e Educação, garantia do acesso à informação e à cultura, construção de um modelo de escola inteligente, uso de espaços públicos para debate das questões ambientais, adequações do transporte público e educação para o trânsito, integração entre a área acadêmica, população e o Município para planejamento futuro da mobilidade urbana.



CARTA – Ao final do Encontro, alunos do Instituto Municipal de Educação de Rio das Ostras (Imero) entregaram a carta “Rio das Ostras Cidade Inteligente Humana” à secretária Eronei Leite, que representou o prefeito Sabino.


O documento aponta caminhos que os estudantes elegeram como prioritários para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental do Município. 

 

FONTE:

Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Imprimir Email