Rio das Ostras . Net



twiiter RSS FEED 2.0 facebook
303x130 painelMobile costazul area

Filhos de agricultores de Rio das Ostras aprendem dança

Programa Sementes de Cantagalo promove perspectivas e inclusão social de crianças e jovens da área rural

Sementes de Cantagalo. Um programa voltado para filhos de agricultores da zona rural do município de Rio das Ostras tem promovido a inclusão social, a expressão e a mudança de comportamento em crianças e jovens, por meio da arte, do raciocínio e da dança. O objetivo é proporcionar uma ocupação aos estudantes, no contraturno escolar. A parceria entre a Secretaria de Bem-Estar Social e a Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca tem gerado ótimos resultados. Avaliações de técnicos dão conta desse desenvolvimento contínuo, confirmado pelos pais dos participantes.
A professora Jaqueline Heleodoro dá aulas de dança em Cantagalo há quatro anos. Ela informa que entre as modalidades ensinadas estão a dança de rua, dança do ventre, balé, samba e forró. Ela avalia que muitos alunos chegam ao projeto tímidos, mas em pouco tempo começam a se expressar. Para ela, a mudança comportamental é nítida.
Já a secretária de Bem-Estar Social, Márcia Almeida, fala da satisfação em poder proporcionar, por meio da Administração Pública, o acesso dos filhos de agricultores à arte da dança. “É fato que contribuir para desenvolver o talento que cada um tem nos proporciona a sensação de realização. A arte, aliada aos estudos, oferece perspectiva a esses jovens”.
Alice Barreto, de apenas nove anos, é uma das alunas mais antigas do programa Semente de Cantagalo. Há mais de dois anos ensaiando várias modalidades, ela conta que a preferida é a dança do ventre. A pequena revela ainda que volta e meia se pega treinando em casa.
Pai de Alice, o agricultor Donato Alves acredita que mesmo a família morando a uma distância de oito quilômetros de estrada de chão até o Departamento de Agropecuária, onde acontecem as aulas, vale a pena. “Temos prazer em conversar com a Alice e ver que ela está se realizando. Por isso, mesmo trabalhando o dia inteiro na roça, acho que temos que nos esforçar para possibilitar isso a ela”, declarou o agricultor.
Aluna da Escola Municipal Marinete Coelho de Souza, Jokasta de Melo, de 12 anos, ao contrário da amiga Alice, que estuda na mesma unidade de ensino, prefere a modalidade balé. A estudante conta que além de bailarina, pretende ser médica veterinária “para continuar ajudando minha mãe a cuidar dos animais”, planeja a menina, que é filha de Cléria Lúcia, agricultora do Assentamento Presidente Lula e mãe de cinco filhos, todos integrantes das aulas de dança do projeto Sementes de Cantagalo. “Depois que eles passaram a fazer parte do projeto adquiriram mais responsabilidade, mesmo sendo crianças. Eles são disciplinados nos estudos, cumprem com seus deveres escolares e ainda me ajudam muito em nosso lote”, contou a assentada. Jokasta ajuda diariamente a mãe a cuidar dos animais do sítio.
O programa Sementes de Cantagalo reúne cerca de 140 crianças e adolescentes, entre 6 e 17 anos, todos moradores da zona rural do município. Interessados em obter mais informações e se inscrever podem procurar a unidade da Secretaria de Bem-Estar Social, localizada no Departamento de Agropecuária de Cantagalo.


FONTE:
Secretaria de Comunicação Social
Departamento de Jornalismo

Imprimir Email