Rio das Ostras . Net



twiiter RSS FEED 2.0 facebook
303x130 painelMobile costazul area

Rio das Ostras promove mutirão de serviços em Rocha Leão

Trabalho foi realizado nesta sexta-feira, dia 13, com servidores da Secretaria de Meio Ambiente

A localidade de Rocha Leão foi contemplada nesta sexta-feira, dia 13, com a Ação Semap. Servidores da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca de Rio das Ostras se uniram para oferecer diversos serviços à população local, que aprovou a iniciativa.

 

O trabalho começou cedo com limpeza de ruas, capina, poda de árvores, recolhimento de entulhos e outros tipos de manutenção. Para o morador e comerciante Hélio Sarzedas a ação foi bem organizada e a presença dos profissionais da secretaria na localidade é sempre bem-vinda.

 

“Estávamos realmente precisando de ações como essa e a limpeza, principalmente, proporciona um bem estar maior para toda população. Esse trabalho intensificado só traz melhorias para Rocha Leão”, ressaltou o comerciante.

 

Outra ação que deixou moradores satisfeitos foi realizada com o Programa de Saúde e Bem Estar Animal – PSA, na antiga Fábrica de Bonecas, onde profissionais fizeram atendimento clínico de cães e gatos, priorizando em especial, os animais de rua. Também houve cadastro de controle populacional e para castração. Mais de 80 animais foram inscritos para as cirurgias.  

 

O morador Jhone Pereira Mendes, que levou dois cães para o atendimento, disse que achou muito importante ter esse serviço em Rocha Leão. “Foi uma iniciativa muito boa, porque aqui temos muitos animais abandonados e fica complicado esse acesso. Espero que realizem outras vezes”, destacou.

 

Já a protetora de animais, Rozânia Marques levou 18 animais resgatados das ruas, entre cães e gatos. “Toda a secretaria tem feito um excelente trabalho e hoje foi um dia muito importante pra comunidade. Todos esses animais de rua serão assistidos por alguém e depois trabalharemos a adoção”, completou a protetora.

 

Segundo o coordenador do PSA de Rio das Ostras, César Parreira, os principais casos que atingem a saúde animais são as doenças de pele, abandono e atropelamentos. Só em Rio das Ostras, há uma média de 10 a 15 resgates de animais atropelados por semana.

 

“No caso dos felinos, temos a questão da esporotricose, cujo índice é bem elevado em todo o Estado. Trata-se de uma doença causada por fungos que provocam lesões na pele, que pode contaminar também o ser humano” acrescentou o veterinário.

 

SUSTENTABILIDADE – A equipe do Centro de Educação Ambiental - Cedro também marcou presença, com várias ações. Teve cineminha para crianças da Educação Infantil, que assistiram ao filme “Um plano para salvar o planeta”; palestras sobre coleta seletiva, ecopontos e reuso de sucata; troca de óleo de cozinha por mudas frutíferas e oficinas de sabão. Além disso, houve inauguração de um Ponto de Entrega Voluntária – PEV, de óleo de cozinha, na Escola Municipal Henrique Sarzedas.

 

“Esta é uma grande oportunidade de promover a Educação Ambiental em um contexto que toda a Semap vem trabalhando, falando principalmente da responsabilidade compartilhada com o lixo e outros resíduos , como óleo usado, para que a comunidade possa fazer o descarte de maneira correta”, completou Uellem Bilro, coordenadora do Cedro.

O secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, Ivan Noé Antunes, acompanhou as ações. “Nosso objetivo era trazer todos os serviços da Secretaria, especialmente, o PSA, que é tão importante na questão do atendimento dos animais abandonados. Estamos felizes em proporcionar esse movimento aqui hoje e a ideia é intensificar essas ações nas áreas mais distantes de Rio das Ostras”, concluiu o secretário.

 

FONTE: ASCOM - PMRO

Imprimir Email